Dor da Alma

Dor que rasga o meu peito
invade-me o ser
deixa-me entorpecida
atropelada no meio do nada

Dor que me diz outra vez
que invade de mansinho
que se aloja ferozmente
diz-me porque

Dor sentida
acutilante
deixa-me triste
só e apenas mais uma vez

Hediondamente sinto a tua ausência
O meu coração dilacerado
a minha alma fustigada
e o resto ... é quase nada

Mais uma ... mais uma
e porque mais uma
não há resposta ...
A dor essa existe
A dor da minha pobre Alma triste!

By EA


Sem comentários: