Frágil


Longe do Sol
Escondida na penumbra
Paira uma nuvem
Que pouco me guarda

Sou frágil
menos que nada
sou pequena
e tão vaga

Queria ter mais força
nestas horas de luta
mais sinto-me frágil
como uma pobre nenúfar

Sinto-me estranha
e sem acçao
parece que todos os meus poderes
de mim não mais estão

Sou uma frágil flor
com esperanças de crescer
sinto-me frágil
com medo de perder!

20-04-2008

1 comentário:

Vera Márcia disse...

As vezes julgamo-nos frágeis, mas em momentos de desespero e dor, é que por vezes nos surpreendemos connosco mesmas, quando verificamos que somos mais fortes do que aquilo que julgaríamos...

Até a flor mais frágil é capaz de sobreviver ás grandes intempéries da Natureza.

Uma boa semana:)